SURINAME TEM PETRÓLEO, MAS PRECISA DE AJUDA

As três descobertas de petróleo, que até agora foram feitas na costa do Suriname, representam cerca de 1,4 bilhão de barris de petróleo. É o que diz a Rystad Energy, empresa de pesquisa energética independente sediada na Noruega.
“Se as três descobertas recentes funcionarem como esperamos, podemos ver uma produção média de 450.000 barris por dia em seu pico”, disse o vice-presidente de Upstream Research da Rystad Energy.


Maka Central-1 e Sapakara West-1 foram as duas primeiras descobertas e estão sendo aceleradas para produção. O operador Apache relatou que a terceira descoberta em Kwaskwasi-1 é a melhor descoberta até agora.
No mês passado, o governo do Suriname indicou que as receitas futuras dos campos de petróleo recém-descobertos devem beneficiar o povo do Suriname. O país receberá um Fundo de Poupança e Estabilização para isso.
A riqueza não é gerada do nada. Para criar prosperidade financeira em uma economia castigada pela corrupção política em todos os níveis – além das vicissitudes já rotineiras da economia global – é necessária uma gestão honesta e eficiente, algo que o Suriname dificilmente conseguiria sem ajuda externa. Vamos torcer para que a maldição do ouro negro não consuma esta nação e sejamos humildes o suficiente para receber o apoio de países amigos.