quinta-feira, janeiro 28, 2021
Início Internacional OS LIBANESES GOSTARIAM DE PERTENCER À FRANÇA NOVAMENTE.

OS LIBANESES GOSTARIAM DE PERTENCER À FRANÇA NOVAMENTE.


O presidente francês, Emmanuel Macron, negou que esteja tentando puxar as cordas no Líbano e reviver a influência da era colonial da França em momentos que o país sofre uma explosão gigante e mortal.


Macron estava em uma visita a Beirute que foi devastada na última por uma grande explosão. Ele disse que líderes locais e pessoas de rua pediram que ele “voltasse ao cargo” relembrando os tempos quando a região era um protetorado francês há um século. Ele firmemente descartou a ideia.
Ele disse à multidão: “Você não pode me pedir para substituir seus líderes. Não é possível. E, de qualquer forma, não seria uma solução “.
“Cabe a você escrever sua história.”
Ainda assim, ele se referiu repetidamente aos laços estreitos entre os países e prometeu apoio eterno ao Líbano após uma explosão que matou mais de cem pessoas e feriu milhares e devastou ainda mais um país que já estava à beira do colapso econômico.
Macron prometeu que “a França nunca deixará o Líbano sozinho. Nunca deixará o Líbano e os libaneses”, acrescentando que “o coração do povo francês ainda bate no pulso de Beirute”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

SURINAME: Presidente da República testa positivo para Covid-19.

O presidente Chan Santokhi foi considerado positivo após um teste do Covid-19 esta manhã. Ele mostrou pequenas reclamações na manhã de sábado...

SURINAME: QUEDA DE ENERGIA NACIONAL

As usinas de Afobaka e de Staatsolie foram fechadas. Como resultado, o fornecimento de energia falhou em todo o país. O diretor...

Quarta descoberta de petróleo significativa no Suriname

A Total e a Apache Corporation fizeram uma nova grande descoberta de óleo e gás no poço Keskesi East-1, no Bloco 58...

Festas escondidas no fim de ano preocupa as autoridades do Suriname.

O ministro da Saúde, Amar Ramadhin, espera um aumento acentuado nas infecções cobiças na próxima semana. Ele baseia isso nas grandes reuniões...

Recent Comments